Salipi traz palestra de Raphael Montes, referência em literatura suspense
4 de junho de 2018
Mostrar todos

Contação de histórias será feita em libras no Salipi

O público infantil continua sendo a grande prioridade do Salão do Livro do Piauí – Salipi. Nesta edição, uma das atividades que tem atraído alunos das escolas que visitam o local é a contação de  histórias. Com programação que segue até o dia 10 de junho, no Espaço Rosa dos Ventos, na Universidade Federal do Piauí, o Salipi reúne palestras, lançamentos de livros, apresentações musicais e de dança de forma gratuita.

“Uma das novidades esse ano será a contação de histórias adaptada em libras”, explica a coordenadora Samya Almeida. Responsável pela programação infantil, ela destaca a importância da inclusão durante o Salão. “Sempre buscamos esse viés da inclusão, seja através de voluntários, seja com um tradutor de libras durante as palestras. Já tivemos inclusive uma palestra feita em libras que foi traduzida ao vivo”, disse Samya.

Voluntários intérpretes de libras se revezam por diversos espaços do Salão com o objetivo de mapear surdos que estejam na plateia para que haja a tradução do que está sendo discutido.

Nesta quinta, 7, e no sábado, 9, no turno da manhã, a história dos Três Porquinhos será contada com um voluntário adaptando o texto para libras. Durante os turnos da manhã e da tarde, diariamente, são realizadas contações de histórias abertas ao público em um espaço climatizado.

O Salão do Livro do Piauí – SALIPI, realizado anualmente desde 2003, é o principal evento da Fundação Quixote e integra o circuito cultural das principais Feiras e Bienais de Livros do Brasil. Realizado pela Fundação Quixote, em parceria com a UFPI, o Salipi tem patrocínio do Governo do Estado, da Caixa e da Prefeitura Municipal de Teresina.