Voluntários que contam histórias

Durante todos os dias do Salão do Livro do Piauí é possível vê-los circulando em todas as áreas – seja auxiliando durante as palestras, entregando material ou mesmo direcionando convidados. A cada ano, o SaLiPi conta com a valorosa participação de voluntários que abrem mão de horas de seus dias para garantir que o evento seja um sucesso.

“Trabalhamos com quase 200 voluntários, e eles ajudam em tudo que precisamos. É muito importante a participação deles durante todos os dias do SaliPi porque eles ficam em todos os espaços”, afirma Lanna Almeida, uma das coordenadoras de voluntários do SaLiPi e membro da diretoria da Fundação Quixote.

Para Lanna, os voluntários são fundamentais, já que a coordenação do evento não tem como estar em todos os locais ao mesmo tempo. “Eles movimentam o evento, e nos ajudam – do espaço de bate-papo, aos estandes, eles vêm empolgados, felizes de participar desse evento que eles gostam tanto”, explica ela. Ainda segundo Samya Almeida, que também é responsável coordenação de voluntários, a escolha dos participantes é feita especificamente por inscrições por e-mail, sendo a maioria, estudantes universitários. Eles são os nossos pés e mãos”, ressaltou Sâmya Almeida.

A partir desta edição parte dos voluntários se revezam com oficinas, contação de histórias, performances, entre outras atividades voltadas para o público infantil que visita o SaLiPi.